Foto: Divulgação
hiranzinho
Hiran e seu filho, na idade da punheta, riem à toa com o fanfarrão, seu Antônio
É MUITA SACANAGEM!

Dena paga R$ 16 mil a “Hiranzinho”

“Hiranzinho”, filhote do Hiran, vai receber salário de R$ 16 mil por mês; moleque não sabe porra nenhuma, mas subestitue DOUTOR
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O governador Antônio Denarium (PP) nomeou o filhote do deputado federal Hiran Gonçalves no cargo de diretor-geral do Instituto de Modernização Pública da Segad, que não serve pra porra nenhuma . O molecão, que também se chama Hiran Gonçalves “Juninho”, vai receber nada mais, nada menos que R$ 16 mil por mês, só pra coçar o saco.

“Hiranzinho”, que ainda está na fase da punheta, substitui o professor e DOUTOR em Ciência Política, Pedro Cerino, formado em Direito e Contabilidade, que estudou pra porra, mas que infelizmente não tem um pai candidato ao Senado na facção governista. O Pedro Cerino, coitado, foi nomeado como vice-presidente de uma Comissão fuleira da CPL.

 

Tu jura?

No dia 10 de janeiro passado, Hiran publicou foto com o filho no gabinete do Dena, escrevendo o seguinte: “meu filho Hiranzinho chegando pra nos ajudar na caminhada vitoriosa” (tu jura?).

A nomeação de Hiranzinho ocorre às vésperas das Eleições 2022, em que o pai é pré-candidato ao Senado. Ele vai concorrer na facção do Dena. E o pobre diacho do senador Telmário, ciscando bosta no quintal do Palácio, tadinho.

 

Tudo em família

Além do filho, Hiran também tem nomeado no governo do Dena, em cargo de secretário, o tesoureiro do seu partido, Anselmo Menezes. O salário do fuleiro é de R$ 23 mil. Além disso, a esposa do deputado, a rapariga da Gerlane, é titular da Secretaria de Representação em Brasília, recebendo salário de R$ 23 mil, se fazer porra nenhuma.

Em novembro do ano passado, a Gerlane teve que devolver R$ 114 mil, recebidos ilegalmente por acúmulo de cargos públicos. À época, a defesa e o governo disseram que a secretária foi vítima de uma falha na folha de pagamento (me engana que eu gosto).

 

Blá, blá, blá…

Em nota, o metrossexual do Weber informou que as entradas e saídas de servidores no poder público são absolutamente normais e buscam oxigenar cargos e funções (de novo, me engana que eu gosto).

Disse ainda que Hiranzinho, com seu espírito jovem, ajudará na modernização da administração pública estadual.

Vão tomar ondes as patas tomam…

Veja também:

Publicidade