Foto: Internet
uti
Denarium fechou UTI's no HGR; Corona faz "festa" e mata
MERCADO DA MORTE

Dena fecha UTI’s e fatura alto

MS libera mais R$ 2.5 milhões e o governo reduz número de UTI’s no HGR
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

O Ministério da Saúde acaba de liberar mais R$ 2.5 milhões para Denarium investir em leitos de UTI para pacientes com Corona no HGR. Contudo, mais de R$ 240 mil foram destinados para cinco leitos que foram fechados em agosto deste ano pelo governo.

A grana serve para cobrir gastos com as terapias intensivas no mês de novembro, quando já não existiam 54 UTIs, mas apenas 49. A verba deve ser aplicada, exclusivamente, em leitos para pacientes com Corona no HGR.

Esta é a terceira vez que o número de UTIs não condiz com o repasse feito pelo Governo Federal. No dia 28 de setembro, o Ministério da Saúde cobrou do governo a devolução de R$ 1,7 milhão, destinado para custear as UTIs em Roraima. Foi liberado recurso para 54 leitos, mas só tinha 49 funcionando no HGR.

Já no dia 19 de outubro, Denarium voltou a receber os valores do MS para o mesmo número de leitos, sendo que apenas 49 funcionavam. Em abril, período do pedido dos recursos pelo governo, Roraima tinha 90 leitos de UTI no HGR.

Contudo, no dia 22 de maio, o governo reduziu em 33% o número de UTIs. Com a diminuição de 90 para 60, a taxa de ocupação chegou a 80%. O HGR ficou superlotado. Pacientes morriam nos corredores, sem leitos, sem UTI’s.

No dia 6 de agosto, mais 24 leitos foram fechados no HGR. A Sesau disse que a medida ocorria devido à diminuição de casos graves da doença. Mentira. O povo continuou morrendo. Dessa forma, os leitos passaram de 74 para 50. Logo depois, no dia 25 de setembro, o governo voltou a fechar mais um leito de UTI.

Veja também:

Publicidade