Foto: Divulgação
tel
Telmário, o "galo velho", levou mais uma multa da Justiça Eleitoral, pra deixar de ser leso
E TOME MARTELADA

Joaninha multa “galo velho”

“Capa preta” obriga Telmário a pagar R$ 25 mil de indenização, por falar mal do gato do Jucá
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A Justiça Eleitoral de Roraima multou mais uma vez o “galo velho”, senador Telmário Mota, em R$ 25 mil por propaganda eleitoral negativa contra o gato do ex-senador Romero Jucá. Assinada pela paidégua juíza Joana Sarmento de Matos, a decisão já foi publicada hoje, dia 19, no Diário da Justiça.

A Joaninha lembrou que é a terceira vez que o “galo velho” leva uma segura “martelada” em sua estranha cabeça e é multado, por “pedido de não voto”. As outras duas sentenças ocorreram em maio passado e em dezembro de 2021. A “capa preta”, inclusive, usa o curto espaço entre os casos para justificar o valor da causa.

No seu escroto status do Whatsapp, o “galo velho” chegou a esculhambar o Jucá e, de quebra, ainda pediu voto, desesperado, tadinho, tentando a reeleição este ano. SQN.

“Ao exortar sua eleição, dizendo: ‘se mate, mais se eleja’, e o consequente afastamento direto do outro concorrente, ‘não deixe esse Jucá voltar’, Telmário efetivamente propagou um pedido negativo de voto”, ressaltou a juíza.

A defesa do “galo velho” disse, na cara dura, que tratava-se de liberdade de expressão, e não de propaganda antecipada. Também afirmou que o texto escroto ficou sete minutos publicados, e isso não seria suficiente para influenciar o resultado do pleito (me engana que eu gosto).

Mas esperta toda, a Joaninha entendeu justamente o contrário, por isso “martelou”, afirmando que “abusos devem ser punidos”. Para a meritíssima, Telmário extrapolou o limite da crítica, mesmo que ácida, e ofendeu o charmoso Jucá, vê se pode? Hum!

“No caso sob enfoque, os termos usados nas mensagens: ladrão; sua gangue e bandido, extrapolam a crítica política ou administrativa, posto que ofensivos à honra e imagem do filiado ao partido requerente”, alegou a Joaninha.

O paidégua MDB ingressou com a ação pra acabar com a frescura do “galo velhgo”, que cisca, tadinho, bosta no quintal do Palácio.

O “galo velho” afirmou que vai recorrer. Ainda avisou estranhar o valor sugerido pelo MDB e acatado pela Joaninha.

 

Outras “marteladas”

Em dezembro do ano passado, a Justiça multou o Tel em R$ 10 mil, por propaganda antecipada. Ele usou três grupos de Whatsapp para atacar, de novo, o gato do Jucá.

Em março, o “galo velho” também perdeu uma ação contra os fofinhos jornalistas Bruno Perez e Iury Carvalho, da TV Imperial. Ele acusou os meus parças de veicularem informação falsa. SQN.

Veja também:

Publicidade