Foto: Divulgação
acidente 2
Acidente ocorreu no cruzamento das avenidas Izídio Galdino e Felinto Barbosa, no Senador Hélio Campos
TRÂNSITO INFERNAL

Motoqueiro sangra no asfalto

Velho cegueta fez curva onde não deveria e atingiu o moleque em cheio; asfalto tinto de sangue
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Um motoqueiro encapetado, de 28 anos, se arrebentou, ontem, dia 19, após um carrão arrastá-lo por mil anos luz. O acidente ocorreu no cruzamento das avenidas Izídio Galdino e Felinto Barbosa, no mortífero bairro Senador Hélio Campos, ZO da BV City, onde nem tem leseira.

Os cops passavam pelo local, quando se depararam com a merda. Eles já encontraram o moleque só o bagaço, caído no asfalto, imóvel, aguardando a morte chegar.

Arquejando, o “mortoqueiro” disse que andava pela avenida Izídio Galdino, quando, ao passar no semáforo aberto, foi atingido em cheio por um carro, a mil por hora. Pense num cacete.

O motora do carro, um velhinho de 61 anos, dobrou à esquerda, mesmo havendo sinalização indicando a proibição da manobra. A batida foi segura.

O motoqueiro se lascou todinho. O moleque sentia dores abdominais e recebeu assistência do Samu. Depois, foi encaminhado ao PS.

O carro do velho estava com documentação atrasada, por isso foi removido ao pátio do Detran, onde será devorado pela ferrugem.

A Perícia foi acionada. O caso caiu nas mãos dos tiras da DAT. O moleque está todo lascado no hospital, com um pé no mundo espiritual.

Veja também:

Publicidade